Marketing Digital

4 razões para publicar no LinkedIN Pulse e dicas para se dar bem na rede

By 5 de outubro de 2016 No Comments
4 RAZÕES PARA PUBLICAR NO LINKEDIN PULSE E DICAS PARA SE DAR BEM NA REDE

Leitores fantasmas, aqueles que só passam sem nenhum tipo de interação, são maioria em quase todas as redes sociais e sites. Eu disse quase porque há uma excelente exceção: o LinkedIN. A rede social mais interessante para assuntos profissionais é a que mais gera interações relevantes também, principalmente no LinkedIN Pulse, uma espécie de blog interno da rede.

Tenho publicado artigos no LinkedIN Pulse e os resultados sempre me surpreendem positivamente. Ao contrário do que acontece em outras plataformas, não tenho medo de ler os comentários e sim fico ansiosa pela chegada deles. Em todas as experiências que tive no LinkedIN Pulse aprendi muito com os internautas que comentaram. Nem todas as opiniões foram iguais às minhas e poucos comentários eram do tipo “Muito bom”, “Gostei”. Esses são legais também, mas os comentários com mais profundidade nos fazem aprender mais.

O leitor do LinkedIN dá provas de que está na rede para se relacionar, aprender e contribuir. Os comentários são, em 90% dos casos, repletos de pontos de vistas interessantes. Uma vez cheguei a comentar que iria fazer um artigo só com que aprendi com quem interagiu na minha publicação.

Anúncios – Goolge Adwords

Os dois artigos meus que mais repercutiram no LinkedIN foram, na ordem:

Além dos comentários, posso citar como outros pontos positivos de ter publicado no LinkedIN Pulse:

Mais visibilidade para o texto

Os editores do LinkedIN destacam os melhores artigos. Assim, ele é mostrado para toda rede se for escolhido. Mesmo os textos meus que não foram destacados tiveram um desempenho interessante.

Maior visibilidade profissional

A relevância do perfil pessoal no LinkedIN aumenta com a publicação de artigos no LinkedIN Pulse. Como a visibilidade extrapola a rede de seguidores e conexões, outras pessoas se interessam em olhar o perfil do profissional por causa do artigo.

Conversões para meu site oficial

O LinkedIN Pulse tem todos os recursos que os blogs tradicionais têm. O mais interessante do ponto de vista de resultados na minha avaliação é o hiperlink. Eu sempre coloco todos que são relacionados a outros artigos que têm relação com o tema nas publicações do Pulse, a conversão para o site ou blog são sempre muito boas.

4 dicas para estar sempre em dia com o LinkedIN

Eu recomendo que todos os profissionais tenham um perfil no LinkedIN e que escrevam para o Pulse. Pra quem se sente perdido, como eu já me senti, tenho quatro dicas.

Workshop do Cristiano Santos

A primeira é fazer um workshop com Cristiano Santos, uma das referências sobre a rede social no Brasil. Em tempos de cursos picaretas e eventos idem, sempre faço questão de recomendar os que realmente fizeram a diferença pra mim. O workshop do Cristiano é um deles.

Grupo

A segunda é participar do grupo LinkedIN de A a Z, no Facebook, no qual há sempre discussões muito interessantes e gente disposta a sanar dúvidas. Inclusive, neste grupo o Cristiano Santos divulga a agenda de cursos dele.

Outro grupo

Os editores do LinkedIN também formaram um grupo na própria rede. Lá eles divulgam os melhores artigos semanalmente e dicas para se dar bem no Pulse e no LinkedIN. Para fazer parte do grupo, clique aqui

Siga “O cara” do LinkedIN  

Rodrigo Brancatelli é editor senior do LinkedIN e sempre dá orientações interessantes sobre a rede em geral. Para obter informações diretamente dele recomendo segui-lo no LinkedIN. Aliás, vai uma outra dica aqui, não peça que ele seja uma conexão, opte por seguir.  A opção fica próxima ao local que pedimos para ser uma conexão.

Com essas dicas e as outras que irá encontrar nos grupos, além dos cursos indicados, perca o medo e comece a se relacionar no LinkedIN. Não seja um usuário fantasma. Eu garanto que o Pulse é uma das formas mais interessantes e eficazes. Bora?

Talita é jornalista e pós-graduada em revisão de textos. Trabalha com gestão de redes sociais e produção de conteúdo desde que se formou. Além de produzir conteúdo para sites e blogs institucionais, também se aventura nos textos literários.